Livros | Dama da Meia-Noite - Cassandra Clare

11:01

Os Artifícios das Trevas, livro #1
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 574
Avaliação: ★★★★★
Compre em: Saraiva
Sinopse: Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.
O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.
Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.
Cinco anos após os eventos de Cidade do Fogo Celestial conhecemos mis a fundo a história dos Blackthorn no Instituto de Los Angeles e como eles conseguiram se unir mesmo tendo a vida completamente mudada após a guerra maldita. Julian Blackthorn virou um pai para seus irmãos mais novos e tem como âncora a sua parabatai Emma Carstairs, que não cansou na busca de quem matou seus pais por conta das evidências.

Está ocorrendo mais assassinatos hoje em dia com as mesmas marcas dos pais de Emma, e pelo visto agora é o momento de resolver o caso. A Caçada Selvagem oferece Mark de volta junto com mais uma pista, pois parece que a situação também é de interesse deles, os tais assassinatos estão sendo contra Muldanos e o povo das fadas, que estão exilados e não podem receber a ajuda dos Caçadores de Sombras e o prazo é duas semanas.

Confesso que não estava tão animada em ler Dama da Meia-Noite, pois eu não estava gostando tanto do ritmo de leitura nos livros anteriores da Cassandra Clare, pois me incomoda muito a quebra de ritmo dela para mostrar outros POV em 3ª pessoa em um mesmo capítulo, nesse livro quase não teve isso e o ritmo de leitura me empolgou bastante.

No início do livro tem muitas referências a fatos que ocorreram em Os Instrumentos Mortais e os laços que os personagens tem com os protagonistas da série para situar quem está chegando no mundo dos Caçadores de Sombras nesse livro (não recomendo). Os personagens aqui também tem um estilo mais mundano de se viver, dirigindo carros comuns, tendo celulares e outros aparelhos eletrônicos e trazendo boas referências a cultura pop, coisa que ajudou também na resolução do mistério, o que é um ponto bem interessante e fica aquela curiosidade em como será trazida nos livros seguintes.
Eu adorei o modo que essa capa combina com a história, cheia de elementos mencionados ♥
Pensar que a protagonista da trilogia é loira me desanima um pouco, pois o universo da Cassandra tem uma dosagem alta de pessoas brancas e bonitas, mas isso está em vias de mudanças, a Drusilla é mais cheinha do que se espera dos Caçadores de Sombras, fontes indicam que o Tiberius tem altismo, e tem bons personagens que são homossexuais e bissexuais importantes, que não estão apenas de enfeite ou para fechar uma cota representatividade.

Shippadores de plantão: Que OTP sofrido senhor, tanta gente para amar nesse mundo, tinha que escolher o seu parabatai??? Amor de parabatai é bonito e estou bem curiosa de como vão trabalhar esse laço durante a trilogia.

Gostei de como a Emma foi construída, ela é badass pois trabalho duro nisso, defende quem ama, é honesta, quem nunca quis colocar foto de Lhama no contato de alguém?? Tem muito estilo e não tem rixa com outras garotas (amém senhor!). Julian é um amor que você quer colocar em um potinho, ama como pai, como irmão, como parabatai e por aí vai, é muito responsável e sabe fazer escolhas difíceis. Os outros Blackthorns tem seus lados marcantes e boas habilidades. Temos uma 'intrusa' nesse meio familiar que é a Cristina e gostei muito do jeito dela, quero bem mais personagens latinos nessa trilogia sim!

Cassandra Clare começou essa nova trilogia de uma forma muito boa e minha fé nela está em vias de ser restaurada, ela conseguiu inovar em bons pontos em seu universo criado bem abusar de muitas aparições de personagens já queridos, e lá vamos nós, aguardar os próximos 24855248 livros dela, na fé que sempre tenha inovações.


Leia também

5 comentários

  1. Hey!

    Mulher, tô louca pra ler esse livro! Sério, quero demais!!!! A capa tá incrível...

    Beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ai... o final desse livro me matou! Eu quase joguei a Dama da Meia Noite pela janela! rs

    ResponderExcluir
  3. Gente! A capa desse livro é linda :)
    Cassandra Claire sempre arrasando.
    Juliana.
    www.fabulonica.com

    ResponderExcluir
  4. Que capa linda!! Eu nunca li nada da Cassandra Clare (shame on me), mas ando vendo tantas resenhas sobre as obras dela e estou me animando aos poucos para adentrar no seu mundo. Parece ser muito bacana, além de uma forma fantástica de escapar da realidade!

    Um beijo!
    Débora
    http://amorlivronico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi oi,

    adorei a resenha! E realmente, a Cassandra ama uns personagens loiros, brancos e bonitos viu kkk Estou louca para ler esse livro, apesar que nunca terminei de ler TMI. COntudo, também tenho receio de me decepcionar, mas, ver que você acabou gostando me deixou mais animada...

    Beijos!
    Participe do sorteio de um kit de Mimos da Editora Arqueiro
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Críticas e sugestões são bem vindas!
Por favor deixe o link do seu blog nos comentários, sempre buscarei retribuir.

Leituras

Facebook

#Recomendo: Séries

Subscribe