Vale a Pena Conferir... Rejected Princesses

18:22

"Mulheres bem comportadas raramente fazem história. Este é um livro sobre quem fez."
Todo mundo sabe que as mulheres não tiveram tantas chances quanto os homens para fazer história não é mesmo? E às vezes descobrimos uma mulher histórica fantástica que parece que surgiu do nada só porque esquecem de falar dela não é? (escrevi essa frase pensando na Ada Lovelace). O site Rejected Princesses fala dessas mulheres esquecidas das aulas de história, e é um site muito 💖💖💖

A sinopse do livro que é uma compilação de várias das mini-biografias do site pode explicar melhor do que se trata: 

Princesas Rejeitadas: contos das heroínas, diabinhas e hereges mais ousadas ​​da históriapor Jason PorathMisturando o feminismo iconoclasta de The Notorious RBG e a irreverência confiante de Go the Fuck to Sleep, uma coleção ilustrada e poderosa que celebra as mulheres badass inspiradoras ao longo da história, com base no blog popular do Tumblr.
Mulheres bem comportadas fazem raramente a história. Ainda bem que estas mulheres estão longe de se comportarem bem...
Ilustrado em um estilo de animação contemporâneo, Rejected Princesses transforma o estereótipo onipresente de "princesa rosa" retratado em filmes, infinitos brinquedos, em livros e tutus em sua cabeça, prestando homenagem a uma coleção impressionante de forte, feroz e, sim, às vezes estranhas, mulheres que são: rainhas guerreiras, soldados, vilãs, espiãs, revolucionárias e mais que se recusaram a se comportar e humildemente aceitar seu lugar. (Belas, Recatadas e do Lar™)
Uma mistura divertida de biografia, quadrinhos e humor escrita em uma voz nova, jovem e desenfreada, esta exploração completamente pesquisada saúda essas mulheres incríveis tiradas de reinos históricos e fantásticos, incluindo a vida real, literatura, mitologia e folclore. Cada perfil apresenta uma imagem atraente de mulheres heroicas e vilãs no comando de toda a história e em todo o mundo, de uma princesa-pirata na Dinamarca do século V a uma pregadora rebelde em Boston de 1630, a uma sanguinária condessa húngara e uma ex-prostituta que comandou uma frota de mais de 70.000 homens nos mares da China.
Rejected Princesses da atualidade, da idade antiga, de humanas, de exatas, de ligar o foda-se... No site tem alguns perfis que estão só com a informação de que a mini-biografia só está presente no livro (artistas não vivem só de vento não é mesmo), mas não é a maioria.
Olha que arte mais charmosa gente! Brincando com o velho esquema dos contos de fadas! Fora as artes nesse formato, você também encontra umas notinhas com curiosidades no fim da postagem da princesa rejeitada.

Outro bônus ao conferir o site: praticar o seu inglês, textos curtos e gibis/HQs são umas belezinhas para quem está no nível básico/intermediário!

Créditos das imagens vai para o site Rejected Princesses, já o livro pode ser encontrado na Amazon, que inclusive estou aceitando de presente! Essa postagem deveria ter saído no dia da mulher, mas já que eu sou a organização em pessoa e um link que vai para a aba de favoritos do computador parece que vive fazendo tour no triângulo das bermudas...

Leia também

1 comentários

  1. Oi, Gio!
    Nossa, adorei a iniciativa do site! Vou já adicionar nos favoritos para conferir com mais calma depois.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Críticas e sugestões são bem vindas!
Por favor deixe o link do seu blog nos comentários, sempre buscarei retribuir.

Leituras

Facebook

#Recomendo: Séries

Subscribe